01 janeiro, 2015

2015...




Para o Moço:

Moço, que neste ano que se inaugura, transborde inspiração para a vida, criatividade para encontrar caminhos até então inexistentes, sabedoria para conduzir as coisas, um coração sossegado, uma alma livre, uma mente aberta, a sensibilidade aflorada, generosidade para estender a mão para o Outro, capacidade de perdoar a si e a todos, força para não se deixar ferir, disposição para ser produtivo com alegria. Esteja inteiro, liberte-se de qualquer coisa que amarre seus sonhos. Faça da felicidade um ofício. 
Viva com honestidade e transparência, contamine com o otimismo, não se deixe ser contagiado pelo pessimismo. Seduza apenas o que lhe interessar, não economize elogios, julgue a ação e não a pessoa inteira. Seja grato, reclame menos, perceba as conquistas diárias, valorize-se! 
Respeite, exija o mesmo. Busque assertividade e posicionamento sem agressividade. Aprenda a receber amor, a pedir ajuda, a doar sem doer. E seja tão feliz, tão amado, tão desapegado do sofrimento, tão inteligente a ponto de se dar mordomias emocionais quando estiver melancólico. 
Apaixone-se, seja boa companhia para si mesmo. 
Celebre a vida, ela é uma dádiva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário