21 junho, 2012


"Eu sempre carrego um amor frouxo na bolsa que ama o tempo todo e uma saudade bonita nos olhos. Só por que eu tenho montanhas que se movem todos os dias e não há nada que não possa virar riso."

Nenhum comentário:

Postar um comentário