19 maio, 2011



Quem murmura na treva e acende estrelas
quem me leva em marés de sono e riso,
quem invade meu dia após a noite,
quem vem - estando ausente -
e nunca vai?

Nenhum comentário:

Postar um comentário