29 abril, 2011


Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier.

Nenhum comentário:

Postar um comentário