25 fevereiro, 2011




"Eu não sentia nada. Só uma transformação pesável.
Muita coisa importante falta nome."

Nenhum comentário:

Postar um comentário